FECHAR
1
?
b
b
DESTINOS
?
BUSCA
m
ASSINE
n
p
FECHAR BUSCA
X
Receba nossos posts em seu e-mail.



?
Destino

Dicas Práticas: Giverny

29 de junho de 2015 | POR Nini Ferrari
Giverny - França
Follow my blog with Bloglovin

Giverny é uma pequena cidade da alta-normandia, praticamente um vilarejo, com apenas 500 habitantes, a 1h de distância de Paris. Ficou conhecida por ter sido a cidade que Claude Monet escolheu para morar em 1883 e onde criou seus jardins que inspiraram tantos quadros, hoje recebe cerca de 500.000 visitantes por ano.

Confira o que fazer em Giverny durante sua visita!

giverny-10
Um pouco sobre Monet

Claude Monet nasceu em 1840 em Paris, foi apresentado a pintura ao ar livre em 1856 por Eugene Boudin em La Havre onde morou com a família. Nos anos seguintes, estudou arte em Paris, expôs telas no salão de Paris, recebeu criticas positivas e negativas, casou-se, teve filhos, morou em Londres devido a guerra e em 1872 pintou o quadro Impressão, nascer do sol, exibido na primeira exposição impressionista em 1874 e o qual deu nome ao movimento Impressionista. Em 1883, após a morte de sua primeira esposa, mudou-se para Giverny, numa casa alugada, mas com belas paisagens ao ar livre. Tempos depois comprou a casa e outros terrenos e passou o resto de sua vida dedicando-se aos jardins e a pintá-los. No fim de sua vida, teve cataratas devido a longa exposição ao sol, mas isso não o impediu de pintar, e fez com que adotasse cores mais fortes em seus quadros. Faleceu em 1926, e está enterrado no pequeno cemitério da igreja de Giverny. Monet foi um dos principais nomes do movimento Impressionista, e provavelmente o mais aclamado entre eles, hoje suas obras podem ser apreciadas nos principais museus do mundo, com grande destaque para os museus L’Orangerie, D’Orsay e Marmottan Monet, todos em Paris.

Casa e Jardins de Monet
84 Rue Claude Monet - Giverny
giverny-7

Em 1883, Monet muda-se para Giverny, e a história da cidade nunca mais será a mesma. Inicialmente a casa era alugada, mas com o tempo, adquiriu a propriedade e outros terrenos e aos poucos foi construindo seu próprio jardim e cenário para inúmeras obras. Nesse período atraiu diversos de seus amigos pintores para a cidade, que também se inspiravam com as belezas naturais da região.

Monet dedicou os últimos 43 anos de sua vida, a cuidar e retratar seus jardins em Giverny, e após sua morte em 1926, sua família herdou a casa e sua grande coleção de gravuras japonesas e a manteve sem muito entusiasmo até 1947.

Em 1966 seu filho Michel morreu sem herdeiros, e deixou a propriedade para a Academia de Belas Artes. Jacques Carlu, membro da Academia e curador do Museu Marmottan, sem recursos financeiros para uma restauração completa da propriedade, refez o telhado para proteger as gravuras e levou o restante das obras para o Museu Marmottan em Paris.

Após a morte de Jacques, em 1977, a casa estava em mau estado, e o jardim completamente abandonado. Gèrald Van der Kemp, assumiu os cuidados de restauro, por ter feito um excelente trabalho em Versalhes, e através de inúmeros doadores e muita generosidade, conseguiu realizar o restauro da casa, e reviver os jardins. A famosa ponte japonesa foi reconstruída, e todos os detalhes foram refeitos através de inúmeras fotografias, pinturas e memórias de pessoas que conheceram os jardins.

Somente em 1980, a propriedade foi aberta ao público, e a Fundação Claude Monet foi criada. Hoje, atrai mais de 500.000 pessoas por ano, durante o período de visitação que vai do final de março ao início de novembro.

Hotel Baudy
81 rue de Claude Monet - Giverny
giverny-16

A história do L’Ancien Hotel Baudy, mistura-se a própria história de Giverny. Ele simplesmente não existia quando Claude Monet, passeando pela região, descobriu Giverny e se apaixonou por ela a ponto de se mudar para lá. Gaston Baudy e sua mulher, ofereciam simples refeições aos viajantes que passavam pelo vilarejo, porém, com a mudança de Monet, inúmeros artistas foram atraídos para o vilarejo e em 1887 Baudy já havia transformado o local no hotel dos pintores, construindo inclusive um pequeno atelier nos fundos para que os artistas pudessem trabalhar. Em pouco tempo, o hotel foi ampliado e virou um centro artístico, recebendo artistas como Pissaro, Renoir, Rodin, Sisley e Cezanne, e até um grupo de impressionistas americanos, os que mais deram fama ao hotel, como o Hotel dos Pintores Americanos.

Hoje, o prédio histórico pode ser visitado, e tornou-se um restaurante de pratos típicos franceses bastante concorrido pelos turistas que visitam Giverny.

Museu dos Impressionistas
99 Rue Claude Monet - Giverny
giverny-15

Outro ponto que pode ser visitado em Giverny, é o Museu dos Impressionistas, ele foi fundado em 1992, como Museu de Arte Americana de Giverny e durante 16 anos apresentou diversas exposições temporárias. Em 2009, em parceria com outras associações artísticas e museus, entre eles o D’Orsay de Paris, houve uma transformação e passou a se chamar Museu dos Impressionistas. A proposta do museu, é apresentar exposições temporárias, de artistas impressionistas que de alguma forma fizeram parte da história de Giverny e do Impressionismo.

A área do museu, com seus jardins e café é bastante agradável, mas o museu em si é bem pequeno, e dependendo da exposição apresentada, não vale tanto a pena ser visitado.

Como Chegar em Giverny

Os trens partem da estação Gare Saint Lazare em Paris, com parada final em Rouen. Você irá parar na cidade de Vernon, metade do caminho entre Paris e Rouen. Compre a passagem para a cidade de Vernon, através do site da SNCF ou na própria estação, o valor em 2015 é de €14,70 cada trajeto. Os trens partem em horários específicos, em média a cada 1h, você pode verificar no site também.

Chegando em Vernon, você pode ir até Giverny que fica a apenas 6km de distância, de 3 maneiras: de ônibus, de bicicleta ou a pé.

Ônibus: os ônibus partem da própria estação de trem, custam €8 ida e volta, e os horários são combinados com o trem, então não corre o risco de você chegar na estação e não encontrar ônibus.

Bicicleta: o aluguel custa €14 para o dia todo, e você aluga a bicicleta num café de esquina, em frente a estação

A pé: a distância é de 6km, e o caminho é bem sinalizado, mas na minha opinião não vale muito a pena, pois uma grande parte é margeando uma estradinha e sem muitos atrativos visuais...

Confira como foi o nosso dia em Giverny clicando aqui, e veja mais fotos da cidade e dos Jardins de Monet em nossa galeria, clicando aqui!

RESERVE SUA VIAGEM AQUI
Reserve seu hotel no BOOKING.COM pague em moeda local, sem depósito antecipado e com cancelamento gratuíto. Pelo HOTEIS.COM é possível pagar em Real e ainda parcelar, sem sofrer com a variação do cambio. Ou compare o preço das diárias em diversos sites através do TRIVAGO.
Prefere alugar uma casa, quarto ou apartamento? Cadastre-se no AIRBNB por aqui e ganhe um crédito para a sua primeira hospedagem. (válido apenas para novos cadastros)
Está procurando passagens aéreas baratas? Reserve aqui!
Quer visitar as principais atrações sem pegar fila? Compre seu ingresso antecipado e economize tempo.
Procurando avaliação dos principais hotéis, restaurantes e atrações? O Trip Advisor pode te ajudar.
E não deixe de conferir nossa LOJINHA. Com uma curadoria de guias, livros e acessórios para quem ama viajar.
Reserve através dos nossos links e nos ajude a manter o blog, sem pagar nada a mais por isso!
Tags:
39 s
m
h
RESERVE AQUI
ESCRITO POR
Nini Ferrari
Designer, blogueira, viajante e artista nas horas vagas… Sou apaixonada por fotografia, arte, mapas e lugares novos. Nos últimos anos descobri que ainda não pertenço a um lugar só e a única certeza que tenho é que nunca vou parar de viajar…
CONTINUE LENDO
DEIXE SEU RECADO

Escolha sua plataforma de comentários favorita

Loading Facebook Comments ...
Booking.com
Copyright © 2014 - 2016 - apathtosomewhere.com.br - Todos os direitos reservados | Designed and Created by Studio Lhama
n
Designed and Created by Studio Lhama