FECHAR
1
?
b
b
DESTINOS
?
BUSCA
m
ASSINE
n
p
FECHAR BUSCA
X
Receba nossos posts em seu e-mail.



?
Cidadania Italiana

Viajando para os Estados Unidos com o Passaporte Italiano

10 de agosto de 2016 | POR Vinny Campos
Estados Unidos
Follow my blog with Bloglovin

Em minha primeira viagem sozinho, fui justamente para os Estados Unidos, o país em que eu e a Nini temos um certo trauma por termos tido um visto negado para a nossa segunda viagem juntos anos atrás. Na época ficamos chateados, mas depois entendemos que estávamos no grupo de risco... mas isso é assunto para outro post.

Por esse motivo, viajar para os Estados Unidos se tornou tenso, apesar de termos conseguido o visto alguns anos depois e já termos ido para lá algumas vezes.

Aliás, essa foi a minha quarta viagem para os Estados Unidos, porém nas últimas três vezes entrei com o passaporte brasileiro e dessa vez resolvi utilizar o passaporte italiano pela praticidade na hora da imigração. Lembre-se que no aeroporto brasileiro para entrar e sair do país é preciso apresentar o passaporte brasileiro, então você deve viajar com os dois. 

passaporto-1

Com o passaporte europeu não é necessário tirar o visto americano se você estiver viajando a turismo. É necessário apenas preencher um formulário online chamado ESTA – Eletronic System for Travel Authorization, pagar uma taxa de U$14 e imprimir a autorização para apresentar na imigração. Com essa autorização você pode ficar 90 dias em solo americano e não é possível prolongar esse período ou pedir outro tipo de visto estando nos Estados Unidos ou Canadá. A validade do ESTA é de dois anos e o ideal é que você atualize as informações do formulário online com o local de hospedagem todas as vezes que viajar para lá. Tudo bem simples.

Ao sair do Brasil, apresentei o passaporte brasileiro, mas no check-in avisei que entraria nos Estados Unidos com o passaporte italiano e que já possuía o ESTA. Precisei informar onde ficaria hospedado e ainda me fizeram algumas perguntas que poderiam ser repetidas na imigração. Achei incomum, mas interessante te prepararem para o que está por vir.

Pouco antes de pousar nos Estados Unidos, você também precisa preencher um formulário padrão distribuído pela tripulação, sobre produtos que está levando, onde vai ficar, tempo de permanência, etc... lembre-se de sempre ter uma caneta a mão, pode precisar em diversos momentos.

Ao aterrissar nos Estados Unidos, a imigração se divide em 2 grupos: 1- Residentes dos EUA e ESTA 2- Todos os outros que não fazem parte desses grupos. Ou seja, estando com o passaporte europeu você já terá a vantagem de pegar uma fila bem menor.

Nessa primeira etapa da imigração, existe um totem para escanear seu passaporte e digitais e preencher novamente um formulário com perguntas sobre o motivo da sua viagem e o que trás com você ao país. Essa etapa não leva mais do que 5 minutos e você tem a opção de escolher o idioma que prefere, inclusive o português. Ao final será tirada uma foto sua e um recibo que deverá ser entregue na etapa seguinte será impresso.

Na segunda e última etapa, é a hora da entrevista com os agentes de imigração. Ao chegar, não fique nervoso, entregue seu passaporte e a confirmação do ESTA, junto com o recibo da primeira etapa e o documento que preencheu no voo. Ele te fará perguntas sobre o motivo de sua viagem novamente, onde irá se hospedar e por quanto tempo vai ficar no país. Dependendo de suas respostas, novas perguntas podem aparecer. Nessa etapa o que sugiro é sinceridade e verdade, não tente inventar uma história mirabolante por algum receio, lembre-se eles são treinados para te pegar em contradição. Também é bom ter em mãos seus documentos, reservas de hotéis e passagem de volta em uma pasta de forma organizada.

Se tudo correr bem, ele irá carimbar seu passaporte e você pode prosseguir para pegar suas bagagens.

Na última vez em que estivemos nos Estados Unidos passamos mais de 90 dias, por isso, não utilizamos o passaporte europeu e a entrevista com o agente de imigração foi um pouco mais longa e tensa que o normal – contamos tudo aqui. Dessa vez, o processo foi bem tranquilo, apesar de um pouco diferente do que estava acostumado.

No fim, a grande vantagem de viajar para os Estados Unidos com o passaporte europeu é a comodidade da emissão da autorização de viagem via internet, sem muita burocracia e uma fila bem menor na chegada ao país.


Also published on Medium.

RESERVE SUA VIAGEM AQUI
Reserve seu hotel no BOOKING.COM pague em moeda local, sem depósito antecipado e com cancelamento gratuíto. Pelo HOTEIS.COM é possível pagar em Real e ainda parcelar, sem sofrer com a variação do cambio. Ou compare o preço das diárias em diversos sites através do TRIVAGO.
Prefere alugar uma casa, quarto ou apartamento? Cadastre-se no AIRBNB por aqui e ganhe um crédito para a sua primeira hospedagem. (válido apenas para novos cadastros)
Está procurando passagens aéreas baratas? Reserve aqui!
Quer visitar as principais atrações sem pegar fila? Compre seu ingresso antecipado e economize tempo.
Procurando avaliação dos principais hotéis, restaurantes e atrações? O Trip Advisor pode te ajudar.
E não deixe de conferir nossa LOJINHA. Com uma curadoria de guias, livros e acessórios para quem ama viajar.
Reserve através dos nossos links e nos ajude a manter o blog, sem pagar nada a mais por isso!
Tags:
39 s
m
h
RESERVE AQUI
ESCRITO POR
Vinny Campos
Designer, santista, apaixonado por arte, música e pelo acaso. Fui inspirado pela Nini a conhecer o mundo e vivemos nômades desde 2014, a cada dia nos apaixonando mais pelo slow-travel. Estou a frente do Studio Lhama, participo do podcast Aparelho Elétrico e escrevo sobre design e criatividade no Choco La Design.
CONTINUE LENDO
DEIXE SEU RECADO

Escolha sua plataforma de comentários favorita

Loading Facebook Comments ...
Booking.com
Copyright © 2014 - 2016 - apathtosomewhere.com.br - Todos os direitos reservados | Designed and Created by Studio Lhama
n
Designed and Created by Studio Lhama