FECHAR
1
?
b
b
DESTINOS
?
BUSCA
m
ASSINE
n
p
FECHAR BUSCA
X
Receba nossos posts em seu e-mail.



?
Experiência

Visitando a cervejaria St Bernardus

29 de setembro de 2015 | POR Nini Ferrari
Watou - Bélgica
Follow my blog with Bloglovin

A St Bernardus com certeza era a cervejaria que mais desejávamos conhecer, não só por sua história se misturar com a famosa Trapista Westvleteren, mas principalmente por ser a cerveja preferida do Vinny, e ela quase ficou de fora da nossa viagem, devido seu acesso não muito fácil sem carro. Mas no fim, foi uma grande aventura chegar até lá, e valeu muito a pena.

Acordamos bem cedinho e pegamos um trem em Bruxelas para a cidade de Poperinge, lá deveríamos pegar um ônibus até Watou e andar até a cervejaria. O que não sabíamos é que o ônibus de Poperinge para Watou simplesmente não circula aos finais de semana, e só fomos descobrir isso após algumas horas de espera. Decidimos então pegar um taxi, para não perder a viagem, mas também não tinha nenhum ponto de taxi em Poperinge, foi preciso pedir para que viesse de outra cidade, e finalmente conseguimos chegar até a cervejaria, praticamente na hora do nosso tour. O caminho de taxi de Poperinge até a St Bernardus, foi incrivelmente bonito, por áreas rurais e paisagens bucólicas, um passeio perfeito para fazer de carro ou até mesmo de bicicleta.

st-bernardus-8
st-bernardus-6
st-bernardus-5

A St Bernardus está localizada na parte rural do pequeno vilarejo de Watou, no sul da Bélgica, praticamente na fronteira com a França, e além da paisagem bucólica, um dos diferenciais do local é a plantação de lúpulo ao lado da cervejaria. No dia em que visitamos, a colheita havia sido feita há poucas semanas, mas se você se programar e conseguir ir do final de agosto ao início de setembro, poderá ver o legítimo lúpulo da St Bernardus ou se der sorte, até a colheita sendo feita.

A visita da fábrica em si, não é das mais completas, vimos apenas uma pequena área da produção e seu prédio, porém as informações fornecidas e as histórias contadas pelo guia foram muito boas. Finalmente entendemos toda a lenda que envolve a St Bernardus e o mosteiro da aclamada cerveja Trapista Westvleteren. Ao final, seguimos para a sala de degustação, onde assistimos um vídeo e depois provamos a St Bernardus Tripel e a preferida do Vinny, St Bernardus Abt 12.

st-bernardus-4
st-bernardus-11
st-bernardus-17
st-bernardus-16
um pouco de história

A história da St Bernardus pode não ser tão antiga quanto a maioria das cervejarias do país, mas está ligada a dois mosteiros trapistas: um deles forneceu o nome e o outro a cerveja.

O local que podemos visitar hoje, teve seu início em 1904, quando o mosteiro francês Mont des Cats, produtor de queijos, mudou-se para lá e estabeleceu-se sob o nome de “Refúgio Notre Dame de St Bernardus”. Trinta anos depois, decidiram voltar para a França, e o local passou a ser apenas uma fábrica de queijos com o nome de St Bernardus – Watou.

Nesse meio tempo, o mosteiro trapista Sint Sixtus de Westvleteren, já era um importante produtor de cervejas, porém, após o fim da Segunda Guerra Mundial, decidiram parar de comercializar suas cervejas, para que pudessem dedicar mais tempo a vida religiosa, e ofereceram uma licença para a fábrica de queijos St Bernardus, e assim nasceu a Cervejaria St Bernardus – Watou.

Nesse momento, o mestre cervejeiro da Westvleteren, tornou-se parceiro da Cervejaria St Bernardus, forneceu todo seu conhecimento, a receita e o fermento da cerveja trapista original e por 46 anos, ela foi distribuída com o nome de St Sixtus, enquanto o mosteiro continuou a produzir suas cervejas apenas para consumo próprio e 3 pubs na região.

Em 1992, a licença não foi renovada, e a partir daí a famosa cerveja passou a ser chamada de St Bernardus Abt 12, e outros rótulos foram sendo incorporados a cervejaria. Mais ou menos nessa mesma época, o mosteiro de Westvleteren, retomou sua produção numa escala um pouquinho maior, e voltou a comercializá-la na região.

Hoje a cervejaria St Bernardus já é bastante famosa, por suas cervejas e sua história, chegando a exportar 50% da sua produção, que segundo eles, possui a receita mais próxima da original, e que a única diferença entre elas é a água que vem de cidades diferentes.

st-bernardus-10

Na hora de ir embora, um dos visitantes nos ofereceu carona até Poperinge onde pegaríamos o trem para Bruxelas, a simpatia foi tanta, e o papo tão bom, que ele resolveu nos presentear com a tal Trapista Westvleteren, que ele acabara de comprar diretamente no mosteiro, e nós ainda não tínhamos provado. Um presentão!

No dia seguinte, em casa, fizemos um teste cego com as duas cervejas, e apesar da Trapista Westvleteren, ter o título de melhor cerveja do mundo, nossa preferida continuou sendo a St Bernardus Abt 12.

Anote

Brouwerij St Bernardus

Onde: Trappistenweg 23 | Watou – Bélgica

Quando: visitas apenas com agendamento prévio pelo email visit@sintbernardus.be

Quanto: €12,50 – inclui degustação e um kit St Bernardus de presente

Dica: vá de carro

Saiba mais: www.sintbernardus.be

RESERVE SUA VIAGEM AQUI
Reserve seu hotel no BOOKING.COM pague em moeda local, sem depósito antecipado e com cancelamento gratuíto. Pelo HOTEIS.COM é possível pagar em Real e ainda parcelar, sem sofrer com a variação do cambio. Ou compare o preço das diárias em diversos sites através do TRIVAGO.
Prefere alugar uma casa, quarto ou apartamento? Cadastre-se no AIRBNB por aqui e ganhe um crédito para a sua primeira hospedagem. (válido apenas para novos cadastros)
Está procurando passagens aéreas baratas? Reserve aqui!
Quer visitar as principais atrações sem pegar fila? Compre seu ingresso antecipado e economize tempo.
Procurando avaliação dos principais hotéis, restaurantes e atrações? O Trip Advisor pode te ajudar.
E não deixe de conferir nossa LOJINHA. Com uma curadoria de guias, livros e acessórios para quem ama viajar.
Reserve através dos nossos links e nos ajude a manter o blog, sem pagar nada a mais por isso!
Tags:,
39 s
m
h
RESERVE AQUI
ESCRITO POR
Nini Ferrari
Designer, blogueira, viajante e artista nas horas vagas… Sou apaixonada por fotografia, arte, mapas e lugares novos. Nos últimos anos descobri que ainda não pertenço a um lugar só e a única certeza que tenho é que nunca vou parar de viajar…
CONTINUE LENDO
DEIXE SEU RECADO

Escolha sua plataforma de comentários favorita

Loading Facebook Comments ...
Booking.com
Copyright © 2014 - 2016 - apathtosomewhere.com.br - Todos os direitos reservados | Designed and Created by Studio Lhama
n
Designed and Created by Studio Lhama